Archive for the ‘Ambientes Gráficos’ Category

h1

Kde 4.1 no Archlinux

16 Setembro, 2008

Por diversas razões, um grande número de pessoas ainda não instalou o Kde 4 nas suas máquinas.

A maioria ainda não o fez por achar que este ainda está “muito verde”.

Todavia, já faz algum tempo desde que esta versão saíu do forno, e se acha que está na hora de fazer o upgrade, mãos à obra!

Para quem usa o Kde dos repositório extra, basta dar um pacman -Syu. Para quem usa o Kdemod é necessário um pouco mais de trabalho, mas nada de complicado:

  1. pacman -Rcs kdemod-complete kdemod4-complete para remover todos os pacotes referentes ao Kde.
  2. pacman -Q | grep kde para pesquisar pacotes do Kde que se encontrem instalados e, obviamente, removê-los
  3. Apague ou mova as pastas .kde, .kdemod, e .kde4, pois estas contêm as configurações do Kde e podem entrar em conflito com a nova instalação
  4. Apague todos as entradas referentes ao Kdemod do seu pacman.conf (/etc/pacman.conf)
  5. Adicione os seguintes repositórios:

Para i686:

[kdemod-core]
Server = http://kdemod.ath.cx/repo/core/i686

Para x86_64:

[kdemod-core]
Server = http://kdemod.ath.cx/repo/core/x86_64

6. pacman -Syu

7. pacman -S kdemod para instalar apenas o básico

pacman -S kmemod-complete para instalar o kde inteiro

8. pacman -S kdemod-kde-l10n-pt para o Português de Portugal

pacman -S kdemod-kde-l10n-pt-br para o Português do Brasil

O Kdemod conta igualmente com dois novos repositórios, o extragear para plasmoids e outros programas que não estejam nos repositórios oficiais, e o playground, exclusivo para software instável, como por exemplo o Amarok2.

EXTRAGEAR:

Para i686:

[kdemod-extragear]
Server = http://kdemod.ath.cx/repo/extragear/i686

Para x86_64:

[kdemod-extragear]
Server = http://kdemod.ath.cx/repo/extragear/x86_64

PLAYGROUND:

Para i686:

[kdemod-playground]
Server = http://kdemod.ath.cx/repo/playground/i686

Para x86_64:

[kdemod-playground]
Server = http://kdemod.ath.cx/repo/playground/x86_64

Depois de adicionados ao pacman.conf, é só dar um pacman -Sl [repositório] para ver os pacotes presentes neles, como por exemplo pacman -Sl kdemod-extragear.

André_23

h1

Instalar o Kde 4 no Archlinux

10 Fevereiro, 2008

Como prometido, aqui estão os passos para instalar o KDE 4 no Archlinix.

Primeiro vamos abrir o ficheiro pacman.conf

  • sudo nano /etc/pacman.conf

Depois adicionamos as seguintes linhas no fim do documento:

Depois de gravar, podemos fechar. Depois abrimos a consola e damos um sudo pacman -Sy, para actualizar os repositórios. Após estes estarem actualizados, é hora de instalar. Pode optar por instalar os elementos básicos:

  • sudo pacman -S kdemod4

Ou fazer uma instalação completa:

  • sudo pacman -S kdemod4-complete

Para ficar com o Kde em português basta um sudo pacman -S kdemod4-kde-l10n-pt ou sudo pacman -S kdemod4-kde-l10n-pt_br para português do brasil.

Após isso estará pronto a usar o Kde 4.0.1. Quando estiver a usá-lo, caso o seu pc esteja lento, basta desactivar o composite. Para isso, basta clicar no ícone que aparece no canto superior esquerdo de uma janela qualquer. Clicando nele aparecerá um menu. Escolha “Configurar o comportamento da janela”. Abrir-se-à uma espécie de caixa de diálogo. No lado esquerdo tem um menu, aí escolhe-se “Efeitos de ecrã”. Depois de clicar, no lado direito vão aparecer várias opções. Basta desactivar a que diz “Activar os efeitos do ecrã”. Qualque dúvida é só postar nos comentários 😉

André_23

h1

Mas afinal o que é isso do Kde?

8 Fevereiro, 2008

Essa é a pergunta que muitas pessoas recém chegadas ao Linux fazem. Kde é um ambiente de trabalho para Linux. Há dezenas deles, porém todos eles podem ser divididos em duas categorias: uns foram criados para ser funcionais e completos, outros focam-se na leveza. Dos funcionais destacam-se o kde e o gnome, dos leves podemos referiri o openbox, o fluxbox, o blackbox, entre outros. Temos também um “caso especial”, o xfce, que apesar de ser focado na leveza, é também bastante funcional.

O Kde é, como já disse, funcional e completo, mas esforça-se também para ser leve, porém, não abre mão das suas funcionalidades. Esta nova versão é marcada por um desktop totalmente revolucionário, fazendo uso de plasmoids. Nos plasmoids integram-se a barra de tarefas e aquilo a que toda a gente chama de “widgets”. Um outro recurso do Kde são os efeitos visuais ao maximizar, minimizar e alternar janelas. Mas a melhor parte é que apesar de tudo o que o kde 4 traz de novo, este praticamente não exige mais recursos. 😀

Ainda não se sente tentado a usá-lo? Então veja a galeria de screenshos desta nova versão em:

http://www.kde.org/announcements/4.0/guide.php

Se nunca usou linux ou é um recem chegado a este mundo, pode experimentar o KDE 4 usando o live cd do Ubuntu ou do OpenSuse, mas aconselha-mos o OpenSuse porque já usa o KDE 4.0.1. Basta colocar o live cd no leitor de cds, reiniciar o pc e experimentar. Desta forma poderá experimentar o KDE sem alterar ABSOLUTAMENTE NADA no seu computador.

Download do Live CD do UBUNTU (KDE 4.0.0)

Download do Live CD do OPENSUSE (KDE 4.0.1)

André_23

h1

Lançado o KDE 4.0.1

5 Fevereiro, 2008

Passado um mês do lançamento do KDE 4.0, surge agora a primeira actualização para este fantástico ambiente de trabalho. Esta versão, a 4.0.1, corrige muitos bugs da versão 4.0.0, e traz também uma nova funcionalidade: agora pode-se, finalmente, redimensionar a barra de tarefas. Também fiquei bastante satisfeito ao notar que agora a barra de tarefas exibe apenas as janelas da área de trabalho selecionadas. Muito brevemente publicarei um tutorial de como instalar esta versão do kde no archlinux. Esperem para ver 😉

KDE 4

André_23